O filme é ruim mas a trilha sonora salva – Doom

Algo estranho aconteceu em uma estação espacial localizada em marte. A tripulação local entrou em estado de quarentena nível cinco, antes da comunicação com a Terra ser bruscamente interrompida. Para investigar o caso é enviada uma equipe especialmente treinada para resolver problemas inesperados, que exijam que seus integrantes entrem em ação o mais rápido possível. Só que desta vez eles não tem a menor ideia de qual é o inimigo que precisam enfrentar.

Tenta imaginar como deve ter sido audacioso no ano de 2005 fazer uma adaptação cinematográfica de um dos maiores jogos de FPS (First Person Shooter) da história, tomando como o ultimo e melhor produzido jogo da franquia. Doom 3 quando foi lançado alcançou um nível de jogabilidade incrível. É bem realista (sim, eu to ciente que estou falando de monstros em marte)

Foi doloroso ver que o trio Andrej Bartkowiak, Dave Calhaham e Wesley Strik resolveu fazer. Tentar arriscar em uma adaptação para a telona que antes mesmo de sua estreia já estava fadada ai fracasso. Mesmo assim é errado da minha parte dizer que o filme não foi esperado, milhares (posso até arriscar em dizer milhões) de gamers espalhados ao redor do globo ficaram exitados com a noticia que viria um filme da Franquia Doom, ainda mais com o cara do momento. THE ROCK.

Confesso que o filme levou muita coisa do jogo, apesar de sabermos que adaptações não conseguem ser extremamente fiéis as suas inspirações deu pra dar uma colher de sopa pra raipeize da produção até, eles chegarem no modulo de teletransporte. Sério? A humanidade evolui o suficiente pra fazer um transporte ultra rápido e fodão em nível molecular e ainda estão empacados em marte!? Pode ser só chatice minha mas porfa! Uma tecnologia de destruição e reconstrução molecular pra mim é algo bem mais avançado do que reconstrução genética, mas vamos lá né? Tudo pra fazer o filme.

Pra quem não jogou Doom 3 e ainda não viu o filme, por favor, continue assim mesmo. Para quem viu o filme e não jogou, dá a uma chance ao software e veja como o filme realmente é ruim e pra quem está pouco se importando com o filme, com o jogo ou com “The Rock” escute a trilha sonora de Clint Mansell que vale muita a pena.

Uma coisa fora as musicas de Mansell no filme que eu gostei muito, a cena de FPS já quase no finalzinho do filme, quando o mocinho está indo de encontro com o comandante “The rock” mutante pra sair no braço com ele. Horrível a sequencia, extremamente cliché.

[embedplusvideo height=”342″ width=”608″ standard=”http://www.youtube.com/v/cpb13mDBP1I?fs=1″ vars=”ytid=cpb13mDBP1I&width=608&height=342&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep6973″ /]

Uma curiosidade interessante e hilária sobre o longa foi a única premiação que ele recebeu, o prêmio framboesa para Dwane Jhonson para a pior atuação.

One response to “O filme é ruim mas a trilha sonora salva – Doom

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s