Se puder… Dirija!

O primeiro filme exibido em 3D no Brasil tinha que ser uma comédia né? O Que de certa forma não deixa de ser irônico. Talvez o 3D seja apenas mais uma ferramenta da propaganda enorme que o filme é, sim, um longa metragem de marketing para uma fabricante de carro.

 Não posso cair matando em uma critica ácida a respeito do que moveu a produção do filme e nem sequer dos bastidores. É sem sentido fazer alguma coisa como essa sendo o objetivo do filme, ou melhor, desse filme em especifico ser inteiramente comercial.

O investimento que a Renault fez na produção é realmente de se admirar. Um investimento que não leva tão a frente o nome da marca, e nada forçado eu tenho que admitir, mas que também não gera risco algum para a imagem do produto deles.

Se Puder… Dirija!” acompanha a história de João (Luiz Fernando Guimarães), pai ausente de Quinho (Gabriel Palhares) e ex-marido de Ana (Lavínia Vlasak). Manobrista em um estacionamento ao lado de Edinelson (Leandro Hassum), ele precisa dar um jeitinho para fugir do trabalho e ir se encontrar com o filho, pois havia prometido à ex- mulher passar o dia com a criança. A solução que ele encontra é pegar “emprestado” o carro da Dra. Márcia (Bárbara Paz), fiel cliente do estacionamento. Afinal, é só uma saidinha rápida. Mas encontrar o filho e voltar a tempo de devolver o carro sem que a proprietária dê por sua falta, torna-se uma grande odisséia e João se envolve em várias aventuras com seu filho, o carro, e o cachorro Moleque.

 __________________________________________________

Isso mesmo, o filme não passa dessa resenha. Quando vi que Luiz Fernando Guimarães fazia parte do elenco, imaginei que as comédias boas de serem assistidas, dignas de muitas gargalhadas estavam voltando as telonas, mas o personagem que ele apresenta, é tão insosso e sem graça, que mal pude ver alguma graça em suas piadas.

 Leandro Hassum é outra figura humorística no filme que não se mostra tão a vontade como em seus shows do “É nois na fita”, temos ainda a pequena participação de Eri Jhonson no “setor de comédia” que pra mim poderia ser feito por Sérgio malandro que não ficaria tão piegas e sem sentido.

O filme começa mostrando o personagem de Luiz Fernando (joão), a apresentação dele é curta mas já mostra tudo o que o personagem é, ex marido de Ana (Lavínia Vlasak), alguem sem compromisso, alienado. Ana, por outro lado, parece ser uma mulher mais centrada, equilibrada e que mesmo entrando no imenso clichê, tenta ser o caminho de reconciliação entre o filho de quatro anos e o pai disperso.

 O longa é uma “forsação” de barra enorme, a comédia perde o seu sentido, TODO, o seu sentido pelo exagero da comicidade. E muito cansativo. Gostei de não ter uma enorme e desnecessária propaganda da Renault (mesmo praticamente todo carro da cidade sendo um) e a história, mesmo passadinha, de um pai tentando reencontrar o carinho e admiração do filho.

 Avaliação CcW: 04/10

Trailer:

[embedplusvideo height=”400″ width=”660″ editlink=”http://bit.ly/1dnGbcH” standard=”http://www.youtube.com/v/XJuqYfjvCYM?fs=1&hd=1″ vars=”ytid=XJuqYfjvCYM&width=660&height=400&start=&stop=&rs=w&hd=1&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep1388″ /]

Notas adicionais: O personagem de Fernando Henrique é tão idiota, que você torce pra que ele se dê mal. Reynaldo Gianecchini está presente no filme apenas para ser Gianecchini. Apesar de ter um roteiro meio perdido, a produção caprichou no filme. É uma mostra de que mesmo com um bom equipamento em mãos e com bom profissionais na equipe, não quer dizer que o filme vai ser bom mesmo.

ELENCO

Luiz Fernando Guimarães ……………………………………………………………………………………………………… João

Leandro Hassum …………………………………………………………………………………………………………….Edinelson

Lavínia Vlasak ………………………………………………………………………………………………………………………. Ana

Gabriel Palhares ………………………………………………………………………………………………………………. Quinho

Bárbara Paz ………………………………………………………………………………………………………………. Dra. Márcia

Reynaldo Gianecchini ……………………………………………………………………………………………………….. Ciclista

Sandro Rocha ……………………………………………………………………………………………………………………. Carlos

Eri Johnson ……………………………………………………………………………………………………………………… Guarda

Antonio Pedro …………………………………………………………………………………………………………………… Xavier

Lívia de Bueno ……………………………………………………………………………………………….. Mulher do Reboque

Creo Kellab …………………………………………………………………………………………………………………………. Pepê

Alcemar Vieira ………………………………………………………………………………………………………………………. Gil

Renata Castro Barbosa ……………………………………………………………………………………………… Dra. Claudia

Cristina Flores …………………………………………………………………………………………………. Mulher do Guarda

FICHA TÉCNICA

Direção de Fotografia ……………………………………………………… Nonato Estrela, A.B.C. e Pedro Guimarães

Direção de Arte ………………………………………………………………………………………………….. Marcos Flaksman

Figurino ……………………………………………………………………………………………………………….. Rô Nascimento

Maquiagem ………………………………………………………………………………………………………………. Sonia Penna

Produção e Preparação de Elenco ……………………………………………………………………….. Cibele Santa Cruz

Montagem …………………………………………………………………………………………………….. Rodrigo Daniel, edt.

Mixagem …………………………………………………………………………………………………………………… Filmosonido

Som Direto ………………………………………………………………………………………………………………. Zezé D’Alice

Edição de Som …………………………………………………………………………………………………………. Luiz Adelmo

Estereógrafo ………………………………………………………………………………………………………. Pedro Guimarães

3D Supervisor de Estereografia ……………………………………………………………………………………….. José Dias

Imagem Estereoscópica Digital ………………………………………………………………………………… James LaViola

Produtores Delegados ……………………………………………………………………….. Irina Neves e Marcelo Guerra

Produtor Associado ………………………………………………………………………………………………………… José Dias

Produção Executiva…………………………………………….. Marcos Didonet, Vilma Lustosa e Walkiria Barbosa

Coprodução ………………………………………………………………………………………………………………….. Miravista

Produção ………………………………………………………………………………………………………. Total Entertainment

Produtores ………………………………………………………….. Marcos Didonet, Vilma Lustosa, Walkiria Barbosa

Diretora Assistente ………………………………………………………………………………………………….. Anita Barbosa

Direção e Roteiro ………………………………………………………………………………………………… Paulo Fontenelle

Distribuição .…………………………………………………………………………………………. Buena Vista Internacional

One response to “Se puder… Dirija!

  1. Pingback: Resumão #02 | Café com Whisky·

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s